Quatro atitudes que aumentam seu poder em uma entrevista de trabalho

Olá, meu nome é Arthur Fonseca, e estou aqui para compartilhar com vocês quatro atitudes básicas que vão aumentar sua força nas entrevistas de trabalho!

Aqui vamos partir da ideia de que você tem um objetivo de carreira claro e que se candidatou a uma vaga porque já pesquisou e conhece a empresa, se identifica com o estilo dela e acredita ter as competências e perfil para estar lá. Se por acaso você estiver se candidatando a milhares de vagas porque “está precisando”, pare agora! Dedique pelo menos um tempo para pensar sobre seus objetivos e a conhecer bem a empresa. De outra maneira, você vai perder muito da sua força no processo seletivo e, se mesmo assim você for aprovado, pode acabar caindo numa fria.

Se você está se candidatando a uma vaga porque, mesmo que esteja precisando, vê que aquela oportunidade pode te aproximar dos seus objetivos de vida e de carreira, ótimo! Vamos em frente!

Vou mostrar agora quatro dicas para você aplicar não só na entrevista, mas em todos os seus contatos com a empresa, dos telefonemas às dinâmicas.

DICA

  • Quando estiver em busca de trabalho, fique sempre atento para as ligações que receber. Se não puder falar na hora (se estiver no seu local de trabalho, por exemplo) seja educado e combine um horário melhor para conversar.

Prepare-se para os contatos com a empresa

Demonstre disponibilidade, pontualidade e vista-se de acordo.

  • Programe-se para chegar às entrevistas e dinâmicas com antecedência. Se você nunca tiver ido à empresa antes, é normal ter mais dificuldade de encontrar o caminho. Mesmo se já souber como chegar, imprevistos acontecem. Considere tempo para lidar com eles!
  • Busque descobrir como as pessoas daquela empresa se vestem. Algumas empresas são mais formais, outras mais despojadas, informais. O site da empresa pode te dar alguma dica sobre isso, e se você conhecer alguém que trabalhe ou que já trabalhou lá, pode ser uma boa ideia pedir uma ajuda para essa pessoa.
  • Como você se sente quando não consegue falar com alguém, ou quando essa pessoa sempre se atrasa quando vai te encontrar? Parece que a pessoa não está interessada em estar com você, certo? Se você fizer isso, o recrutador vai ter a mesma impressão, e provavelmente vai passar para o próximo candidato.

Foco no positivo!

Isso indica resiliência e otimismo, e convida o entrevistador a explorar e dar mais ênfase nessas experiências.

  • Finalize suas respostas com acontecimentos positivos, como uma promoção, ou um bom resultado.
  • Ao citar uma situação difícil ou ruim, finalize contando sobre o que houve de bom nessa situação, ou sobre o que aprendeu com ela.
  • Evite reclamações e queixas, especialmente sobre chefes, colegas de trabalho ou empresas anteriores.

Seja claro e objetivo

Isso facilita o trabalho do entrevistador, que não vai precisar cortar suas falas, nem ficar tendo que se esforçar para explorar suas respostas.

  • Se você é mais “falante”, explore a questão, mas mantenha seu foco no ponto a que quer chegar, e chegue a ele o mais rápido possível.
  • Preste atenção se você respondeu a pergunta que foi feita.
  • Confirme com o entrevistador se sua resposta foi clara. Pergunte: “consegui me explicar?”, “ficou claro para você?”
  • Teste a clareza das suas respostas com um amigo antes de ir para a entrevista.
  • Não conte muitos exemplos numa mesma resposta. Um exemplo só basta.
  • Não faça muitos parênteses, passar de tema em tema numa mesma pergunta.
  • Responder a tudo só com monossílabos (“sim”, “não”, “é…”).
  • Evite gírias.
  • Evite termos muito técnicos (a menos que esteja falando com um profissional da área)

Seja autêntico

Seja você mesmo. A sua melhor chance de conseguir um bom trabalho é quando a empresa percebe quem é você e “qual é a sua”. Imagine a dor de uma peça de quebra-cabeça ao ser forçada se encaixar em uma peça com a qual ela não se encaixa naturalmente!

  • Relaxe e deixe ver quem você é. Se você é brincalhão, seja bem humorado, se é sério, mantenha sua seriedade. Todas as características tem sua utilidade. Adapte-se ao contexto, mas seja fiel a si mesmo.
  • Não minta. O selecionador está preparado para pegar mentiras, e isso conta muito mal em uma seleção.
  • Não represente um personagem que você não é, um personagem “ideal” para a vaga. O entrevistador pode perceber, e se não perceber, você pode ser selecionado para uma vaga que não tem a ver com você. Isso vai te afastar dos seus objetivos e você ficar tendo que justificar um trabalho “nada a ver” a cada novo processo seletivo.

Se você:

  • Estiver preparado para os contatos com a empresa.
  • Focar no positivo.
  • For claro objetivo.
  • Relaxar e for você mesmo.

Os processos vão ficar mais leves para você e suas chances de passar serão maiores.

Faça sua parte e boa sorte!